Pulseira avisa quando pessoas estão a menos de dois metros de distância

Um dispositivo desenvolvido por integrantes do Programa de Educação Tutorial (PET) do curso de Engenharia de Computação da Ufes monitora se as pessoas estão mantendo a distância mínima de dois metros, colaborando para tentar desacelerar a taxa de contaminação pelo novo coronavírus. A proposta é que o dispositivo, chamado de Pulseira Anti-Covid, seja usado em ambientes controlados, como escolas, museus, empresas e supermercados, onde todos os usuários portariam o dispositivo.

Cada pulseira emite e mede a potência do sinal emitido pelas demais pulseiras no mesmo ambiente. Dessa forma, pode estimar a proximidade entre os dispositivos e emitir um alerta sonoro e visual quando o limite mínimo não for respeitado. O professor do Departamento de Informática e tutor do grupo, Rodrigo Guimarães, explica que o protótipo desenvolvido utiliza um microchip Wi-Fi compacto e de baixo custo, com capacidade para ser programado: "o módulo WiFi ESP8266 utilizado nos dispositivos permite que esses se comuniquem por meio de uma rede Wi-Fi”, acrescenta.

Os estudantes André Cunha e Joana Loureiro, desenvolvedores do dispositivo, optaram pela utilização do módulo WiFi ESP8266, após testarem outras tecnologias como sensores infravermelhos e ultrassônicos. "O protótipo final ficou pronto em cerca de um mês, com um custo em torno de R$ 50. Precisa ser aperfeiçoado, mas, se produzido em escala, provavelmente o custo de produção poderá diminuir", explica o professor Guimarães, que supervisionou o projeto.

Clique aqui e assista ao vídeo que explica o desenvolvimento do dispositivo.

 

Texto: Nábila Corrêa
Imagem: PET Engenharia de Computação da Ufes

Edição: Thereza Marinho

Categoria: 
Destaque
Acesso à informação
Transparência Pública
Planejamento e Gerenciamento de Contratações (PGC)
Dados abertos
Prestação de contas

Av. Fernando Ferrari, 514, Goiabeiras | Vitória - ES - CEP 29075-910 | © Universidade Federal do Espírito Santo 2013. Todos os direitos reservados.