Teatro Universitário recebe shows do projeto Grandes Discos e de Tunico da Vila

A música popular brasileira vai marcar presença no palco do Teatro Universitário (campus de Goiabeiras), a partir do dia 14 de maio, com os shows A Grã Ordem Kavernista Apresenta Sessão das Dez, do coletivo cultural Taruíra, e Sagrada Paz: todos pela liberdade religiosa (foto), de Tunico da Vila.

 “Estamos iniciando uma sequência de shows musicais no Teatro Universitário, contemplando diversos gêneros musicais. Nossa ideia é ampliar o espaço, contribuindo com a cena musical capixaba”, explica Rogério Borges, Secretário de Cultura da Ufes.

Confira abaixo mais informações sobre as apresentações.

 

A Grã Ordem Kavernista Apresenta Sessão das Dez (livre)

Agendado para o dia 14, às 20 horas, o espetáculo faz parte do projeto Grandes Discos, baseado no LP Sociedade da Grã-Ordem Kavernista Apresenta Sessão das 10, gravado em julho de 1971 pelo cantor, compositor, ator, dançarino, artista plástico, produtor e apresentador teatral Edy Star; pelo cantor e compositor Sérgio Sampaio; pelo cantor, compositor e produtor Raul Seixas; e pela cantora, compositora e apresentadora Miriam Batucada. Edy, o único componente ainda vivo, é o convidado especial do coletivo Taruíra.

O álbum de 1971 é um marco na história da MPB por romper com a estética musical vigente na época, apresentando ousadia, contundência nas composições e deboche ao consumismo, ao bom mocismo falso moralista e à moda. O disco ainda foi o responsável por lançar os quatro artistas no universo da indústria musical fonográfica e dois anos depois, todos eles gravaram obras exclusivas.

 

Sagrada Paz: todos pela liberdade religiosa (livre)

O cantor e compositor Tunico da Vila traz para o Teatro Universitário uma série de shows de cultura africana, com apresentações nos dias 16, 24 e 25, sempre às 20 horas e com entrada gratuita. Os shows fazem parte das comemorações dos 65 anos da Universidade e serão realizados para celebrar, também, o Dia Estadual da Promoção da Igualdade Racial, celebrado em 13 de maio.

Filho do artista Martinho da Vila, que na década de 1970 tornou-se o primeiro sambista a cantar as religiões afro-brasileiras, Tunico traz canções que contam histórias ancestrais e a ligação dessas religiões com o samba. Os shows vão contar com apresentações de representantes dos povos dos terreiros capixabas. No repertório estão sambas de roda, partido alto, afrossamba e sambas de terreiro, como Balaio grande, Meu tambor e O Velho de Oiá.

Os shows são realizados com recursos do Funcultura, da Secretaria de Estado de Cultura do Governo do Espírito Santo, e têm apoio da Secretaria de Cultura da Ufes.

Os ingressos podem ser obtidos no site www.tudus.com.br.

Texto: Adriana Damasceno
Edição: Thereza Marinho

 

Categoria: 
Destaque
Acesso à informação
Transparência Pública
Dados abertos
Prestação de contas

Av. Fernando Ferrari, 514, Goiabeiras | Vitória - ES - CEP 29075-910 | © Universidade Federal do Espírito Santo 2013. Todos os direitos reservados.