Ufes prorroga trabalho remoto e prepara retorno das atividades de ensino

O reitor da Ufes, Paulo Vargas, prorrogou, nesta quinta-feira, 30, a suspensão das atividades presenciais na Ufes até o dia 31 de agosto, em observação às orientações das autoridades estaduais quanto às políticas de prevenção contra a COVID-19 (veja abaixo a resolução). A Ufes continua trabalhando remotamente e prepara uma série de decisões para a retomada de atividades, de acordo com os planos de Biossegurança e de Contingência que orientam as ações da Administração Central e da Universidade como um todo.

No próximo dia 6 de agosto, termina o prazo para serem encaminhadas aos Conselhos Superiores da Ufes as propostas de normatização das ações a serem adotadas pela Universidade, prevendo o Ensino-Aprendizagem Remoto Temporário Emergencial (Earte). Em seguida, elas serão examinadas pelos conselhos em reunião prevista para o dia 13 de agosto, conforme calendário aprovado em reunião conjunta do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Cepe) e do Conselho Universitário (CUn), realizada no dia 14 de julho.

Estudantes, professores e técnicos-administrativos receberam nesta quarta, 29, e quinta-feira um ofício circular assinado pelo reitor, Paulo Vargas, e pelo vice-reitor, Roney Pignaton, atualizando sobre as providências que estão sendo tomadas pela reitoria e pelas pró-reitorias. Nele, é reiterado que os planos de Contingência e de Biossegurança (anexados abaixo) foram concluídos pelo Comitê Operativo de Emergência (COE) para o Coronavírus da Ufes e pelo Grupo de Trabalho (GT) Ufes COVID-19, e amplamente divulgados a toda a comunidade. Em consonância com os três momentos da pandemia definidos pelo COE, o GT mapeou seis fases até o retorno à normalidade.

Atualmente, nos encontramos na transição da Fase 0 para a Fase 1, com a elaboração, discussão e apreciação das normativas pelos órgãos competentes – Câmaras de Graduação, Câmaras de Pós-Graduação, pró-reitorias de Gestão de Pessoas (Progep) e de Assuntos Estudantis e Cidadania (Proaeci) –, para fins de apreciação por parte do Cepe e do CUn. Pressuposto básico desta fase é ainda manter suspensas as atividades presenciais em sua quase totalidade, implementando-se o Earte voltado a todos os estudantes da Ufes.

Confira as ações em andamento:

- Graduação

A Pró-Reitoria de Graduação (Prograd) está coordenando as normas que regulamentarão a oferta de disciplinas do primeiro semestre especial de 2020 e de flexibilização de normas acadêmicas para os cursos de graduação, bem como a nova proposta de calendário acadêmico 2020. Essas propostas já foram aprovadas pelas câmaras dos centros de ensino e, no dia 27 de julho, pela Câmara Central de Graduação para serem encaminhadas ao Cepe.

- Pós-Graduação

A Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (PRPPG) vem construindo as normas de pós-graduação, considerando o ensino remoto temporário emergencial. A Câmara de Pós-Graduação aprovou, no dia 15 de julho, a proposta de resolução que será encaminhada ao Cepe e que, entre outras medidas, prevê a retomada das aulas nos cursos de pós-graduação utilizando-se da modalidade do Earte, com o emprego das tecnologias de informação e comunicação virtuais.

- Gestão de Pessoas

A Progep está coordenando o processo de alterações na Resolução nº 7/2020, relacionadas com a regulamentação e a reorganização das atividades administrativas e dos eventos no âmbito da Ufes, abrindo diálogo e escuta aos técnicos-administrativos por meio de reuniões com o Sindicato dos Trabalhadores da Ufes (Sintufes) e de consultas encaminhadas por e-mail.

- Assistência estudantil

A Proaeci e a Pró-Reitoria de Extensão (Proex), em parceria com o Grupo de Gestão de Projetos (GGP), têm se dedicado a pensar diretrizes que atendam a preocupação primordial defendida pela comunidade da Ufes: a de garantir inclusão digital aos estudantes, prioritariamente aos assistidos e com deficiência. Nesse sentido, elaborou propostas de normas e editais que visam identificar as demandas relacionadas com a necessidade de acesso a pacote de dados (internet) e equipamentos de informática de uso pessoal que possam permitir também a esses estudantes a realização das disciplinas por meio do Earte na graduação e na pós-graduação.

O cadastro de alunos assistidos pela Ufes é constituído por 6.798 estudantes, dos quais 5,5 mil têm renda familiar per capita entre 0 e 1,0 salário mínimo. Dessa forma, é possível projetar um quantitativo de estudantes que necessitam ser atendidos com computador e internet. Esses números constituirão a base para as ações iniciais destinadas à inclusão digital. Para tanto, em breve, a Proaeci publicará editais com fins ao cadastramento dos estudantes de graduação e de pós-graduação que apresentam dificuldades para retomarem os estudos de modo remoto, caso os conselhos superiores sejam favoráveis às propostas de resolução apresentadas.

É importante destacar que a suspensão das atividades presenciais na Ufes, até o momento, acabou promovendo uma redução de despesas com custeio e manutenção, abrindo possibilidade para que recursos financeiros não utilizados possam ser aportados em ações de inclusão digital que, neste momento, impõem-se de maneira prioritária. Também é considerada a possibilidade de cessão de equipamentos da própria Universidade aos estudantes da pós-graduação e da graduação. Outra ação que está sendo coordenada pela Proex, com o apoio do Centro Tecnológico (CT), é a obtenção de equipamentos por meio de doações.

Quanto ao acesso aos pacotes de dados de internet, contamos com a iniciativa do Ministério da Educação (MEC) e da Rede Nacional de Pesquisa (RNP), que buscam fornecer um quantitativo de acessos necessários para atender a demanda específica dos estudantes. Considera-se também a possibilidade de a Ufes complementar essa oferta de acesso, caso seja insuficiente o volume viabilizado via MEC/RNP.

- Suporte ao trabalho remoto

Para além de acesso e equipamentos, a Administração Central da Ufes destaca o trabalho de melhorias das conexões on-line destinadas ao trabalho remoto, fornecendo a toda a comunidade universitária o acesso aos recursos do GSuite for Education. Dessas ferramentas, faz parte o GoogleMeet, que permite a realização de webconferências com até cem pessoas e tempo ilimitado. O acesso a esse conjunto de ferramentas pelo e-mail institucional abre mais espaço de armazenamento de dados para todos os usuários e amplia o uso de todas as ferramentas de produtividade.

“Importante destacar que a Ufes realiza esta ação de forma complementar, acrescentando mais alternativas às ferramentas já disponíveis, e sem custos para a instituição, uma vez que é implementada por meio de um convênio com a Rede Nacional de Pesquisa, organização social (OS), vinculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e mantida em conjunto com os Ministérios da Educação (MEC), da Saúde (MS) e da Defesa (MD), que participam do Programa Interministerial da RNP (PI-RNP)”, destaca o reitor na mensagem.

Ele e o vice-reitor, Roney Pignaton, afirmam no ofício que o trabalho desenvolvido até o momento, “envolveu fortemente a comunidade acadêmica, por meio de enquetes aplicadas aos estudantes, docentes, técnicos-administrativos e gestores, de participação do reitor, vice-reitor e pró-reitores em reuniões dos conselhos departamentais, de debates em cada unidade de ensino e administrativa e de coleta de dados necessários para se chegar a um conhecimento institucional mais próximo possível do real. Esses debates prosseguem no momento atual, visando à redação e à discussão das resoluções que poderão dar realidade às previsões do Plano de Contingência".

“Pode-se notar que são inúmeros os desafios que esperamos enfrentar com a comunidade acadêmica de maneira participativa, coletiva e compartilhada. Desafios não somente de viés metodológico, mas de infraestrutura, formação para os docentes, material didático e garantias de acesso dos estudantes à internet e equipamentos de informática, sobretudo, aos estudantes em vulnerabilidade social e aos alunos com deficiência”, afirmam.

 

 

Categoria: 
Destaque
Acesso à informação
Transparência Pública
Planejamento e Gerenciamento de Contratações (PGC)
Dados abertos
Prestação de contas

Av. Fernando Ferrari, 514, Goiabeiras | Vitória - ES - CEP 29075-910 | © Universidade Federal do Espírito Santo 2013. Todos os direitos reservados.