Historiadora e antropóloga Lilia Schwarcz abre encontro regional de História nesta terça, 10

A historiadora e antropóloga Lilia Moritz Schwarcz ministra, nesta terça-feira, 10, a conferência de abertura do XIII Encontro Regional da Associação Nacional de História (Anpuh/ES), que será realizado em formato virtual e abordará o tema Negacionismo, verdade e fazer histórico. O encontro é aberto ao público e será transmitido por meio do canal da Anpuh/ES no YouTube a partir das 14 horas do dia 10, prosseguindo até quarta-feira, 11 de novembro. Clique aqui e conheça a programação.

Em sua conferência de abertura, Lilia Schwarcz, que é professora titular no Departamento de Antropologia da Universidade de São Paulo (USP), falará sobre Pandemia e negacionismo: o caso da gripe espanhola no Brasil.

O evento contará ainda com a participação dos professores Marcia Motta, da Universidade Federal Fluminense (UFF) e presidente da Anpuh Nacional; Fernando Nicolazzi, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS); Tomás Corbo, da Universidad de la Republica (Uruguai); Maud Chirio, da Université Paris –Est Marne-la-Vallée (UPEM); Joana Pedro, da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC); Ana Carolina Soares, da Universidade Federal de Goiás (UFG); e Lígia Ferreira, da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).

Da Ufes, participarão do Encontro os professores André Ricardo Pereira, Júlio César Bentivoglio, Maria Beatriz Nader, Pedro Ernesto Fagundes e Ueber José de Oliveira.

Guerra de informações

A diretora da Anpuh/ES e professora do Departamento de História da Ufes, Patrícia Merlo, destaca que o mundo vive uma cena pública de generalizado ceticismo, corroborado pela guerra de informações pautada, em grande medida, na ideologização da opinião, que desconsidera a validade dos critérios de verdade científica. “Como consequência, a descrença nas instituições favorece a disseminação de negacionismos, encampados por governos com políticas claramente anticientíficas”, afirma. 

“Para nós, historiadoras e historiadores, é preciso persistência e serenidade para enfrentar este cenário, mesmo que alguns dos seus fragmentos nos pareçam absurdos e desesperadores, fazendo-nos refletir sobre as dimensões do nosso papel como operadores do passado. O XIII Encontro Regional da Anpuh/ES propõe discutir as intrincadas consequências do negacionismo sobre a verdade e o fazer histórico em diferentes recortes e temáticas”, reforça.

A professora destaca também que o evento promoverá discussões a partir de três eixos temáticos: Regimes de Verdade e Produção CientíficaRegimes Políticos e Poder Militar; e Do Estigma Social ao Racismo Estrutural: os desafios para o Ensino de História.

Mais informações sobre o evento estão disponíveis no site https://erh2020.com.br/ e nos perfis oficiais da Associação no Instagram (@anpuhes) e no Facebook (Anpuh-ES).

Sobre a Anpuh

A Associação Nacional de História (Anpuh) foi criada em outubro de 1961 e tem por objetivos o aperfeiçoamento do ensino de História em seus diversos níveis; o estudo, a pesquisa e a divulgação de assuntos de História; a defesa das fontes e manifestações culturais de interesse dos estudos históricos; a defesa do livre exercício das atividades dos profissionais de História; e a representação da comunidade dos profissionais de História perante instâncias administrativas, legislativas, órgãos financiadores e planejadores, entidades científicas ou acadêmicas.

A seção regional da Anpuh no Espírito Santo é sediada na Ufes, no prédio IC-III, do Centro de Ciências Humanas e Naturais (CCHN), campus de Goiabeiras.

 

Texto: Thereza Marinho

 

Categoria: 
Destaque
Evento
Acesso à informação
Transparência Pública
Planejamento e Gerenciamento de Contratações (PGC)
Dados abertos
Prestação de contas

Av. Fernando Ferrari, 514, Goiabeiras | Vitória - ES - CEP 29075-910 | © Universidade Federal do Espírito Santo 2013. Todos os direitos reservados.