Painel Ufes de Cultura terá palestras e debates durante a Semana do Conhecimento

Pesquisas e projetos de extensão desenvolvidos por professores e estudantes da Ufes não serão os únicos atrativos da Semana do Conhecimento, evento virtual que começa nesta terça-feira, 24 de novembro. Na quarta, 25, será lançado o Painel Ufes de Cultura, oferecendo palestras e debates sobre movimentos culturais durante a pandemia, processos de criação de curadoria, economia criativa, teatro nas universidades e o papel das universidades na gestão cultural. Todas as ações do Painel serão transmitidas pelo canal da TV Ufes no YouTube e seguem até o dia 27 de novembro.

Esta é a primeira edição do Painel, que se une à Jornada Integrada de Extensão e Cultura da Ufes, em sua oitava edição e com início na terça, 24. Segundo o secretário de Cultura da Universidade, Rogério Borges, o objetivo da ação é entrelaçar o setor acadêmico ao cultural, tornando o Painel um espaço permanente de debates e promovendo um processo enriquecedor de integração e consolidação de diálogos com a comunidade cultural e toda a sua diversidade. “A Secretaria de Cultura trabalha na direção dos caminhos identitários que sustentam as manifestações culturais, tanto as tradicionais, quanto as novas linguagens e propostas que vêm surgindo através de coletivos e outras formas horizontais de criação, mobilização e distribuição”, ressalta Borges.

Programação

A abertura do Painel acontece às 15 horas, com a participação do escritor, professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e presidente da Academia Brasileira de Letras (ABL), Marco Lucchesi, proferindo palestra sobre Pandemia e as tarefas da cultura.

Na sequência, às 17 horas, a professora Viviane Pimentel, do Centro Universitário Faesa, será mediadora da mesa Galpões e armazéns: o patrimônio industrial na dinâmica das cidades, da qual participam o professor Kleber Frizzera, do Departamento de Arquitetura e Urbanismo da Ufes, Elisa Taveira, do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e Patrícia Bragatto, da Secretaria de Estado da Cultura (Secult-ES). “Edifícios, maquinaria, entrepostos e armazéns são identificados como testemunhos dos processos de industrialização a serem preservados”, explica a mediadora.

Às 14 horas do dia 26, o Painel coloca em debate os Processos de criação da curadoria educativa da Galeria de Arte Espaço Universitário (Gaeu) e do Grupo de Estudos e Pesquisas em Arte na Educação Infantil (Gepaei): qual a potência do educativo? “A Gaeu, em parceria com o Gepaei, tem organizado ações pedagógicas, culturais, de curadoria educativa e de mediação das exposições da Galeria nos últimos dois anos, numa ação conjunta extensionista. Nessa perspectiva, trazemos os diálogos que se estabeleceram com a arte, os artistas, as obras, os curadores, os mediadores e o público”, explica a professora Margarete Góes, do Centro de Educação (CE), que mediará a conversa entre a técnica em assuntos educacionais da Ufes Kenia Tinelli (Gaeu) e as estudantes Daysa Falqueto (Artes Plásticas) e Mariana Sperandio (Artes Visuais).

Mais tarde, às 16 horas, a discussão será sobre Economia criativa, desenvolvimento e o papel das Instituições Federais de Educação do Espírito Santo. Os convidados são os professores Orlando Lopes, da Ufes, e Robson Malacarne, do Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes), ambos representando o Núcleo Poiein – Desconstrução, Economia Criativa e Sustentabilidade, projeto de extensão do Ifes. Rogério Borges também participa da mesa.

“A Economia Criativa é um dos instrumentos com potencial de facilitar a proposição e a experimentação de dinâmicas alternativas de gestão, de produção e de consumo. As instituições federais de educação têm, nesse contexto, o importante papel de promover uma abertura para a adoção de estratégias inovadoras em processos de gestão e de produção”, diz outro membro do Núcleo Poiein, Léo Lopes, do Ifes, mediador do bate-papo.

Fechando o Painel Ufes de Cultura, o dia 27 tem início com a mesa Teatro na Universidade como área de conhecimento, às 10 horas, trazendo como convidados os professores Vilma Campos, da Universidade Federal de Uberlândia (UFU), e Wagner Cintra, da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp).

“Levando-se em consideração que o Espírito Santo é um dos três estados brasileiros que não oferece ensino superior em teatro em instituições públicas, o presente painel pretende fomentar a discussão sobre como o teatro vem sendo tratado na Ufes a partir do compartilhamento de experiências vivenciadas em outros contextos”, adianta o diretor de artes cênicas da Ufes, Lucas Larcher, que será o mediador da mesa.

O papel estratégico das universidades na gestão cultural é a temática que será abordada na palestra de encerramento do Painel Ufes de Cultura, que trará como convidado o ex-ministro da Cultura Juca Ferreira. O reitor da Ufes, Paulo Vargas, Rogério Borges e o secretário de Estado da Cultura, Fabrício Noronha, participam da conversa, que terá início às 15 horas.

O Painel Ufes de Cultura é uma realização da Secretaria de Cultura da Ufes, com apoio da Superintendência de Comunicação (Supec). A programação completa da VIII Jornada Integrada de Extensão e Cultura pode ser conhecida no site da Pró-Reitoria de Extensão.

 

Texto: Adriana Damasceno
Edição: Thereza Marinho

 

Categoria: 
Destaque
Evento
Objetivos de Desenvolvimento Sustentável
Essa é uma ação da Ufes relacionada ao Objetivo do Desenvolvimento Sustentável 11 da Organização das Nações Unidas. Clique e veja outras ações.
Essa é uma ação da Ufes relacionada ao Objetivo do Desenvolvimento Sustentável 17 da Organização das Nações Unidas. Clique e veja outras ações.
Acesso à informação
Transparência Pública
Planejamento e Gerenciamento de Contratações (PGC)
Dados abertos
Prestação de contas

Av. Fernando Ferrari, 514, Goiabeiras | Vitória - ES - CEP 29075-910 | © Universidade Federal do Espírito Santo 2013. Todos os direitos reservados.