Biblioteca Central recebe novas exposições e oficinas nesta quarta, 14

A partir desta quarta-feira, 14, o público poderá apreciar duas novas exposições na Biblioteca Central da Ufes, localizada no campus de Goiabeiras. Às 17 horas, será aberta a exposição Acervo Pessoal de Alfredo Mazzei, reunindo 42 fotografias, além de objetos e máquinas utilizadas pelo fotógrafo durante sua carreira. Já às 19 horas, no primeiro andar do prédio, será apresentada a exposição Imagens e lembranças: o acervo pessoal de José Celso Cláudio. As exposições são gratuitas e abertas ao público.

Antes, às 16 horas, o professor do Departamento de Arquivologia da Ufes André Malverdes ministrará a oficina Acervos fotográficos em arquivos pessoais. A oficina é gratuita e, para participar, não há necessidade de inscrição prévia. Os participantes receberão certificado.

Alfredo Mazzei

Nascido em Ubá (MG), Alfredo Mazzei começou a atuar como fotógrafo em Cachoeiro de Itapemirim, ainda na juventude, publicando na revista Vida Capichaba. Dos anos 1930 aos 1980, registrou cenas da vida familiar, social e política do Espírito Santo, além das transformações na arquitetura e nas paisagens do estado, sobretudo da capital, Vitória.

Uma das transformações registradas por Mazzei foi a construção do Porto de Vitória, iniciada ainda na década de 1910 e finalizada apenas em 1940. "As fotos mostram o porto sendo instalado, a retirada dos trilhos, a mudança no trânsito do Centro. Aos poucos, ocorreram alterações também nos imóveis, os prédios ficaram mais altos", explica o produtor do acervo, Ricardo Sá.

A exposição é fruto da realização de um inventário de 403 fotografias em papel, além de negativos, filmes e documentos textuais do acervo pessoal de Mazzei. O material foi resgatado pela neta do fotógrafo, Teresinha Mazzei, e inscrito com o auxílio de Ricardo Sá em edital para inventário e reprodução de acervos da Secretaria da Cultura do Espírito Santo (Secult), com recursos do Fundo de Cultura do Espírito Santo (Funcultura).

"Queremos chamar a atenção da sociedade para a importância da obra de Alfredo Mazzei e de tantos outros acervos particulares de fotógrafos que existem por aí, esquecidos, perdendo-se", afirma Sá.

Após a abertura da mostra, o arquivista Marcello Furtado ministrará uma oficina sobre inventário de acervos e tratamentos arquivísticos, no auditório da Biblioteca, às 19 horas. A oficina tem entrada franca, e as inscrições devem ser feitas 15 minutos antes do início, por ordem de chegada.

Acervo Pessoal de Alfredo Mazzei fica aberta à visitação até 7 de outubro, quando será lançado um e-book coordenado por Furtado. A obra servirá como fonte de pesquisa sobre os cerca de 518 itens identificados durante o processo de construção do inventário de Mazzei. O livro poderá ser acessado no site Arquivística Ufes ou solicitado pelos e-mails ricalles [at] gmail.com e furtado.marcello [at] gmail.com.

José Celso Cláudio

A abertura da exposição Imagens e lembranças: o acervo pessoal de José Celso Cláudio, às 19 horas, contará com as presenças do professor do Departamento de Línguas e Letras da Ufes Mário Cláudio Simões e da doutoranda em Educação Clara Zandomenico, que debaterão sobre a organização e difusão do acervo. A mostra poderá ser visitada até o dia 4 de dezembro.

José Celso Cláudio nasceu em 27 de setembro de 1905 no município de Serra e sua trajetória foi destinada ao exercício da educação e do serviço público. Em 1921, passou a residir em Vitória, onde se formou em Ciências e Letras. No ano de 1924, ingressou no magistério primário como substituto e foi nomeado, em 1926, para reger a 3ª Escola Noturna. Em 1930, foi promovido ao cargo de diretor do Grupo Escolar Professor Lellis, em Alegre.

Em dezembro de 1939, foi comissionado no cargo de Inspetor Regional de Ensino e, em 15 de maio de 1946, no de diretor da Divisão Técnica, onde permaneceu até abril de 1947. Em novembro do mesmo ano, passou a responder pela Secretaria de Educação e Cultura.

Em 1948, diplomou-se bacharel em Ciência Jurídica pela Faculdade de Direito de Vitória, ano em que foi nomeado para o cargo de Secretário de Educação e Cultura, no qual permaneceu até agosto de 1950. Após esse período, foi diretor geral do Departamento do Serviço Público, procurador da Prefeitura Municipal de Vila Velha e chefe da Divisão de Administração da Secretaria do Trabalho e Promoção Social. Faleceu em Vitória, em maio de 1975.

A exposição foi organizada pela equipe do projeto cultural O mundo da educação em imagens, que conta com o apoio cultural do Arquivo Público do Estado do Espírito Santo, da Associação dos Arquivistas do Estado do Espírito Santo e do Departamento de Arquivologia da Ufes, além de recursos do Funcultura. Para conhecer melhor o projeto, basta acessar https://patrimoniofotograficojosecelsoclaudio.blogspot.com/.

Dúvidas e solicitações de informações sobre a exposição e a oficina podem ser encaminhadas para o professor André Malverdes pelo e-mail malverdes [at] gmail.com.

 

Texto e foto da Biblioteca Central: Superintendência de Comunicação da Ufes

 

Categoria: 
Destaque
Evento
Objetivos de Desenvolvimento Sustentável
Essa é uma ação da Ufes relacionada ao Objetivo do Desenvolvimento Sustentável 4 da Organização das Nações Unidas. Clique e veja outras ações.
Essa é uma ação da Ufes relacionada ao Objetivo do Desenvolvimento Sustentável 17 da Organização das Nações Unidas. Clique e veja outras ações.
Acesso à informação
Transparência Pública
Planejamento e Gerenciamento de Contratações (PGC)
Dados abertos
Prestação de contas

Av. Fernando Ferrari, 514, Goiabeiras | Vitória - ES - CEP 29075-910 | © Universidade Federal do Espírito Santo 2013. Todos os direitos reservados.