Painel Ufes de Cultura e exposição Moradores da Floresta aliam ciência e arte

Fomentar debates sobre a relação entre ciência e arte. Esse foi o tema central do Painel Ufes de Cultura, realizado na tarde desta terça-feira, 22, como parte da programação da X Jornada de Extensão e Cultura, que integra a Semana do Conhecimento 2022.

O evento contou com a participação do professor do Departamento de Física da Ufes Laércio Ferraciolli, do professor do Departamento de Morfologia da Ufes e coordenador do Museu de Ciências da Vida (MCV), Athelson Bittencourt, e da doutoranda em Anatomia dos Animais Domésticos e Silvestres da Universidade de São Paulo (USP) Fabíola Menezes, que atua no processo de pintura de peças anatômicas plastinadas.

“Estamos tratando principalmente de museus, corpos, de processos de inovação e tecnologia. E esse diálogo entre ciência e arte deve ser ampliado, pois a arte está inserida no cotidiano das pessoas, assim como no meio científico por meio da pintura dessas peças anatômicas”, afirma o secretário de Cultura da Ufes, Rogério Borges, que coordenou o painel.

Os participantes pontuaram também a necessidade de construir uma “cultura da ciência”, que auxilie nas decisões da sociedade por meio de evidências objetivas e racionais.

Moradores da Floresta

O painel fez referência ao trabalho desenvolvido por Athelson Bittencourt e Fabíola Menezes que resultou na exposição Moradores da Floresta (foto), aberta ao público no hall do Teatro da Ufes, campus de Goiabeiras. Ela apresenta, pela primeira vez em Vitória, uma coleção de 60 espécimes de animais silvestres da Mata Atlântica, preservados por meio do método de plastinação (técnica na qual a Ufes é referência e que substitui toda a água do corpo por um polímero, preservando-o para sempre e mantendo as características naturais do espécime).

Os animais apresentados na exposição estão, em sua maioria, em risco de extinção e foram vítimas de atropelamento no trecho da BR 101, que cruza a Reserva Biológica de Sooretama, no norte do Espírito Santo. O objetivo do projeto é proporcionar aos visitantes acesso a informações sobre as espécies que habitam o bioma Mata Atlântica - como a jaguatirica, a anta, o mão pelada e outras -, além de discutir o impacto do homem nesse bioma, por meio da exibição lúdica de espécimes animais reais.

A exposição é gratuita e poderá ser visitada até o dia 8 de dezembro nos seguintes horários: de segunda a sexta-feira, das 8 às 12h e das 13h30 às 17h30; segunda e quarta das 17 às 21h; e aos sábados, das 8h30 às 13h.

A Semana do Conhecimento 2022 começou nesta segunda-feira, 21, e segue até sexta-feira, 26, nos campi da Ufes de Goiabeiras e Maruípe. Conheça a programação completa.

 

Texto e fotos: Ghenis Carlos Silva (bolsista de projeto de Comunicação)
Edição: Thereza Marinho

 

Categoria: 
Destaque
Evento
Objetivos de Desenvolvimento Sustentável
Essa é uma ação da Ufes relacionada ao Objetivo do Desenvolvimento Sustentável 4 da Organização das Nações Unidas. Clique e veja outras ações.
Essa é uma ação da Ufes relacionada ao Objetivo do Desenvolvimento Sustentável 14 da Organização das Nações Unidas. Clique e veja outras ações.
QRCODE e link que direciona para o cadastro da UFES no sistema e-Mec
Acesso à informação
Transparência Pública
Planejamento e Gerenciamento de Contratações (PGC)
Dados abertos
Prestação de contas

Av. Fernando Ferrari, 514, Goiabeiras | Vitória - ES - CEP 29075-910 | © Universidade Federal do Espírito Santo 2013. Todos os direitos reservados.