Banco de Olhos do Hucam entra em campanha por doação de córneas

A partir desta terça-feira, 24, até sexta, 27, o Banco de Olhos do Espírito Santo (Boes) – criado a partir de um convênio entre a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) e o Hospital Universitário Cassiano Antônio Moraes (Hucam-Ufes) – estará na campanha Renove um Olhar: seja um doador de córneas. A campanha é uma parceria entre a Sesa e os dois bancos de olhos que funcionam no Espírito Santo: o do Hucam e o do Hospital Evangélico.

Com material para redes sociais e divulgação na imprensa, além de ações nos terminais de ônibus da Grande Vitória, o objetivo da campanha é sensibilizar a população para a necessidade de aumentar as doações de córneas para transplantes, especialmente após um período de queda nas captações dos tecidos oculares em função da pandemia da covid-19.

Segundo a coordenadora do Boes/Hucam, Caroline Meirelles, durante o período mais intenso da covid-19, em 2020, o serviço de captação foi suspenso. “Perdemos potenciais doadores, não podíamos captar de quem teve óbito por covid. Em meio à pandemia, havia a contraindicação de doação. Mas enquanto estávamos sem captar, as pessoas não deixaram de ter problemas na visão. O resultado é que a fila do transplante cresceu bastante”, afirma.

Segundo a coordenadora, atualmente, 598 pessoas estão aguardando uma doação de córnea na fila única da Central Estadual de Transplantes (CET).

Em 2021, ainda no cenário crítico de pandemia, o serviço de captação do Hucam se reestruturou e disponibilizou 199 córneas para transplante. Conforme dados da CET, foram realizados 273 transplantes de córnea no Espírito Santo no ano passado, ou seja, o Banco de Olhos do Hucam, que cobre a captação na capital, contribuiu com 73% das cirurgias realizadas.

Campanha

A ação nos terminais rodoviários será realizada nesta terça-feira, 24, das 9h30 às 12h30, em Itaparica, no município de Vila Velha. Na quarta, 25, as equipes de saúde estarão no Terminal Jardim América, em Cariacica, das 14h30 às 17h30. Já na quinta, 26, a ação será no Terminal de Laranjeiras, na Serra, também das 14h30 às 17h30. “Nosso intuito é oportunizar essa conversa sobre doação; mostrar para a população a importância do diálogo em família, para que possíveis doadores falem do desejo de doar. A córnea de alguém que faleceu é essencial para que outra pessoa consiga enxergar”, afirma Meirelles.

Quem pode doar

No Espírito Santo, podem ser doadoras pessoas de dois a 75 anos que não tenham contraindicação médica. O fato de a pessoa usar óculos ou lentes de contato não impede a doação. Os familiares que podem autorizar a doação após o falecimento do doador são os de primeiro e segundo graus, ou seja: pai, mãe, filhos, avós, netos e cônjuge.

Para um melhor aproveitamento dos tecidos oculares, a retirada das córneas deve ocorrer até seis horas após o falecimento do doador. As equipes dos bancos de olhos são as responsáveis pelo procedimento, que não provoca nenhuma deformidade no rosto ou mudança de aparência do doador, pois é utilizada uma técnica cirúrgica que não deixa vestígio.

Mais informações sobre doações podem ser obtidas no Banco de Olhos/Hucam por meio do telefone (27) 99257-7830.

 

Texto: Sueli de Freitas
Edição: Thereza Marinho

 

Categoria: 
Destaque
Objetivos de Desenvolvimento Sustentável
Essa é uma ação da Ufes relacionada ao Objetivo do Desenvolvimento Sustentável 3 da Organização das Nações Unidas. Clique e veja outras ações.
Essa é uma ação da Ufes relacionada ao Objetivo do Desenvolvimento Sustentável 4 da Organização das Nações Unidas. Clique e veja outras ações.
Essa é uma ação da Ufes relacionada ao Objetivo do Desenvolvimento Sustentável 17 da Organização das Nações Unidas. Clique e veja outras ações.
Acesso à informação
Transparência Pública
Planejamento e Gerenciamento de Contratações (PGC)
Dados abertos
Prestação de contas

Av. Fernando Ferrari, 514, Goiabeiras | Vitória - ES - CEP 29075-910 | © Universidade Federal do Espírito Santo 2013. Todos os direitos reservados.